quinta-feira, 26 de março de 2009

O ERRO DO ANO

(programação visual do espetáculo - divulgação)

Vou contar rapidinho porque quero esquecer que essa noite existiu. Viajei até o Teatro Positivo que fica lá do outro lado do mundo. Esperei os 20 minutos básicos de atraso, já comuns no Festival. Depois consegui suportar uma hora daquilo que chamavam de Maria Stuart. Era tortura. Errei feio. Antes de mim, muitas pessoas saíram e garanto que muitas outras também não conseguiram esperar pelo fim. Não dava. Não sei e nem quero saber como terminou aquele castigo. Preciso esquecê-lo.
Nada e nem ninguém se salvava, juro. Nem a fofa da Julia Lemmertz. Não espere adjetivos e nem considerações razoáveis porque aquela tortura não merece. O “espetáculo” é chato e insuportável. Ponto final. Quem não viu, acredite em mim, eu não mentiria para vocês.
No texto um português arcaico duro de engolir e de ouvir. Interpretações mais do que mornas. Algumas funções da ficha técnica, como preparação corporal e técnica de Alexander, são inexplicáveis no espetáculo. O figurinista Marcelo Pies está perdoado, mas só ele. Mais ninguém.
Todo mundo tem o direito de enlouquecer de raiva um dia. Hoje é a minha vez. Ufa!
Eu merecia ser indenizado.


FICHA TÉCNICA
Texto: Fredrich Shiller – Tradução: Manuel Bandeira – Direção: Antonio Gilberto – Elenco: Julia Lemmertz, Clarice Niskier, André Correa, Henrique Pagnoncelli, Mário Borges, Pedro Osório, Clemente Viscaino, Renato Linhares, Maurício Souza Lima, Thiago hausen, Silvio Kavinsk, Ednei Giovenazzi, Amélia Bittencourt, Maurício Silveira, Guilherme Bernary – Direção de arte e cenografia: Hélio Eichbauer – Figurino: Marcelo Pies – Criação de Jóias: Antonio Bernardo – Iluminação: Tomaz Ribas de Faria – Preparação vocal: Rose Gonçalves – Técnica de Alexander: Valéria Campos – Programação visual: Maurício Grecco – Direção de produção: Celso Lemos.


2 comentários:

Juliana disse...

rs... também entrei nessa fria... pior que fui até o final...afê!!
que pena! estava esperando mais desse espetáculo... bem, não se pode acertar todas!!!
beijos.

Ricardo disse...

Parece que foi generalizado... um amigo meu aguentou por apenas 15 minutos.