domingo, 1 de março de 2009

TRÊS APOSTAS PARA O FESTIVAL DE CURITIBA

Conforme prometido, postarei nessa primeira quinzena de Março, mês do Festival, algumas indicações feitas por profissionais do teatro em Curitiba. São apostas que valem como indicações para os leitores, que diante de tantos espetáculos colocados em cartaz na maior mostra nacional, confundem-se na hora de fazer suas escolhas. Nesta primeira postagem, convidei três dos melhores atores e profissionais que estão atuando na cena curitibana. Os eleitos foram os atores Leandro Daniel da Companhia Vigor Mortis, Fernando de Proença da Obragem Teatro e Cia e Luíz Bertazzo da Cia Senhas de Teatro. Três excelentes atores que trabalham com pesquisas sérias, diferentes entre sí e ambos com notável reconhecimento de público e crítica. Vamos então para as apostas:


LEANDRO DANIEL COLOMBO

“ROCK’N’ROLL, mais recente peça de Tom Stoppard, inédita no Brasil, trazendo no elenco Otavio Augusto, Thiago Fragoso, Gisele Froes e Bianca Comparato.
Sem dúvida umas das montagens que mais despertam a curiosidade dos amantes de teatro é a estréia de Rock’N’Roll nos dias 28 e 29 de Março fechando o Festival de Teatro de Curitiba. Ainda inédito no Brasil, o texto mais recente de Tom Stoppard recebeu indicações aos Prêmios Olivier (2007) e Tony (2008). Stoppard talvez seja hoje o mais festejado nome vivo da dramaturgia contemporânea.
Dê acordo com o release do espetáculo “A peça não é um musical, mas se vale do rock’n’roll como ferramenta indispensável para contar uma história sobre a desestruturação do comunismo no leste europeu. " Concebida pelo próprio Stoppard, a trilha desfila clássicos de Rolling Stones, Velvet Underground, Beatles, John Lennon, Bob Dylan, Syd Barrett, Doors, Pink Floyd, Beach Boys, Guns’n’Roses, Grateful Dead, U2, além da banda The Plastic People of the Universe, grupo de rock que surgiu em Praga em 1968, e acabou se tornando um símbolo da resistência ao regime comunista.”
Os ingredientes da receita são especiarias. A curiosidade agora fica por conta criatividade dos Chefs/Diretores Felipe Vidal e Tato Consorti. Vamos conferir!


FERNANDO DE PROENÇA

Aposto minhas fichas em RAINHAS, sem dúvida.
Pela união de Georgette Fadel, Isabel Teixeira e Cibele Forjaz, sobretudo. Porque me interesso pelos procedimentos usados para a construção do trabalho,dentre eles, idéias de performance e instalação. Porque são atrizes que tem um trabalho autoral sólido e porque a criação da dramaturgia é assinada pelas três artistas. Tô muito curioso! O trabalho tem como pano de fundo a disputa de poder na Inglaterra do século 16. As atrizes interpretam as rainhas Eliza­beth 1ª e Mary Stuart, em um jogo cênico dividido em quatro "rounds" -com um desfecho escolhido pelo público.



LUIZ BERTAZZO
Escolher um espetáculo do festival de Curitiba para indicar, esse foi o convite feito pelo meu amigo Paulo Vinicius. Missão difícil, não só pelo fato de estar diante de uma centena de peças, mas também por saber que o FC (que não é mais de teatro) e principalmente a mostra paralela é um caixinha de surpresa (o que ficou mais critico, pelo fato do festival ter erroneamente colocado os nomes de batismo na ficha técnica, dentre outros erros primários, o que é uma falta de respeito para um festival ‘pago’ que se diz o maior do Brasil)... E ainda aquele assunto que está sempre na boca de alguns artistas curitibanos: A falta de curadoria. Bem este é nosso festival. Passado minha indignação anual: Escolhi. Escolhi pelo grupo, Armazém Companhia de Teatro. O espetáculo: INVEJA DOS ANJOS. Este grupo, que começou paranaense, bate ponto na mostra contemporânea, e sempre me surpreende pelas atuações, por vezes catárticas, e pela coerência, o que se pode creditar pelo trabalho continuado que só um grupo pode oferecer. Fora isso, cenário, figurino, texto, não costumam patinar nas produções do armazém. Não acho que o espetáculo possa estar livre de qualquer suspeita e ainda me assusto com a produção anual de espetáculo do grupo (gostaria muito de ver um espetáculo de repertório), mas também sei que é assim que se enquadra no esquema de um festival que não acredita na melhora, mas sim na quantidade. Sobre o espetáculo é só o que posso dizer, pois ainda é uma aposta. Mas indico a todos que fiquem atentos aos espetáculos dos grupos de Curitiba que fazem parte do Movimento de Grupo, e mais ainda, conversem com os artistas que estarão na cidade, pois a melhor divulgação dos bons espetáculos é feito boca a boca. Abraço grande e bom festival pra todos.





Feito as primeiras apostas, fiquem antenados para as próximas indicações. Muito obrigado aos atores convidados, amigos queridos, que atenciosamente aceitaram em colaborar com a iniciativa do blog Figurino e Cena. Grande abraço nos três atores e outro de igual tamanho à vocês!
Boas escolhas!

3 comentários:

Leonardo Bressanini disse...

QUE LEGAL... PARABÉNS PELA INICIATIVA,SUCESSO!!!!

Marina Gomes disse...

Muito interessante seu blog! Parabéns!
Acompanharei as suas indicações!
Abçs, beijo :*

Figurino e Cena disse...

Valeu leonardo, continue aparecendo por aqui. Marina, obrigadíssimo pelo carinho. No final dessa semana estarei postando outras indicações.Venha sempre!
Abraços e beijos.